10 anticoagulantes naturais que ajudam a evitar doenças como AVC e infarto

Listamos os melhores alimentos anticoagulantes que podem fazer parte da sua dieta.

Quando se trata de manter um estilo de vida saudável, os hábitos alimentares são fundamentais.

Além disso, dependendo de algumas condições, o cuidado com a alimentação deve ser redobrado. 

Quem tem problemas de coagulação no sangue – que é o processo no qual o sangue perde sua liquidez e forma coágulos – precisa seguir uma dieta anticoagulante.

Embora a coagulação tenha seus benefícios, pois ajuda a evitar a uma hemorragia (perda de sangue) em casos de lesões, quando é causada por alguns fatores, pode causar problemas, como:

  • Ataque cardíaco – acontece quando há o bloqueio do fluxo sanguíneo para o músculo cardíaco.
  • Derrame – são danos que acometem o cérebro quando o fornecimento de sangue é interrompido.
  • Embolia da artéria – ocorre quando um coágulo de sangue interrompe o fluxo sanguíneo em uma artéria.
  • Embolia pulmonar – é quando uma ou mais artérias dos pulmões são bloqueadas por um coágulo sanguíneo.
  • Trombose da veia renal – ocorre quando a veia renal, encarregada por transportar sangue para fora do rim, é bloqueada por um coágulo.
  • Trombose venosa profunda – é a coagulação do sangue em uma veia profunda de um membro, em geral das pernas. 
  • Angina – é um tipo de dor no peito causada pela redução do fluxo sanguíneo para o coração.

Por isso, para evitar esses problemas, o sangue precisa ser diluído para poder fluir por todas as partes do corpo. 

Desse modo, muitas pessoas experimentam diferentes medicamentos para deixar o sangue mais fino.

No entanto, essas drogas pouco resolvem, afinal, não existe um substituto para esse processo e o sangue deve afinar naturalmente.

O que você pode fazer é seguir uma alimentação saudável e consumir bastante água.

Por isso, para prevenir esses problemas relacionados à coagulação e ajudar a diluir o sangue, listamos os melhores alimentos anticoagulantes que podem fazer parte da sua dieta. 

Alho

O alho possui propriedades anticoagulantes, pois contém alto teor de vitamina B, que ajuda a diminuir os níveis da homocisteína. 

Em níveis elevados, a homocisteína deixa o sangue mais espesso, podendo causar a formação de coágulos.

Como consequência, aumenta o risco de o paciente sofrer com uma trombose e doenças nas artérias coronárias.

O alho também bloqueia a coagulação das plaquetas do sangue e diminui a rigidez dos vasos sanguíneos. 

Além disso, é rico em alicina, um composto com função hipotensora, ou seja, diminui a pressão sanguínea.

Essa substância também ajuda a controlar os níveis de colesterol ruim (LDL) e de triglicerídeos, evitando o depósito de placas de gordura nas paredes das artérias do coração.

Portanto, o consumo do alho, principalmente em jejum, acompanhado de hábitos saudáveis, pode prevenir o problema.

Gengibre

O gengibre é rico em ácido salicílico, um ácido natural com ação anticoagulante e afinador do sangue. 

Além disso, possui vitaminas, minerais e compostos antioxidantes que ajudam na fluidificação do sangue.

Assim,o gengibre evita a formação dos coágulos, estimula o fluxo sanguíneo,ajuda a manter a elasticidade das artérias, reduz a inflamação no corpo e previne derrame.

Cúrcuma

cúrcuma, também conhecida como açafrão-da-terra, ajuda a manter saudável o revestimento dos vasos sanguíneos.

Pimenta caiena

A pimenta caiena é rica em salicilato, substância que ajuda a afinar o sangue, impedindo a coagulação.

Também possui propriedades antioxidantes, vitaminas A, B e C, protegendo, assim, o organismo contra doenças cardíacas.

Canela

canela contém cinamaldeído, um composto anticoagulante que ajuda a evitar o agrupamento de plaquetas.

Com isso, evita-se a formação dos coágulos sanguíneos e combate as inflamações no corpo.

Abacate

O abacate contém ácidos graxos, como ômega 3, que ajuda a inibir a formação de plaquetas e trombose (coagulação sanguínea).

Além disso, assim como o gengibre, o abacate também contém ácido salicílico, que auxilia na prevenção e redução da trombose. 

Também é fonte de vitamina K, que melhora a coagulação sanguínea, vitamina C, que combate radicais livres, e magnésio, mineral que regula o açúcar no sangue.  

Abacaxi

O abacaxi contém bromelina, uma enzima com propriedades anticoagulantes que ajudam a afinar o sangue.

Além do mais, a bromelina tem ação anti-inflamatória, que ajuda a remover as placas nas artérias, prevenindo a trombose, varizes e aterosclerose

Óleo de peixe

O óleo de peixe contém ômega 3, ácido graxo com ação antiagregação plaquetária.

Desse modo, ajuda a regular a coagulação do sangue, evitando a trombose e/ou problemas de circulação.

Também auxilia na proteção das artérias e veias que compõem o sistema cardiovascular, ajuda a reduzir os níveis de colesterol, relaxa e diminui a inflamação nos vasos sanguíneos.

Portanto, adicionar óleo de peixe na alimentação ajuda e muito a prevenir a coagulação do sangue.

Vitamina E

vitamina E ajuda a modular a arteriosclerose, que é essencial para evitar problemas cardiovasculares, como infarto e derrame.

Ela também tem ação antioxidante e propriedades anti-inflamatórias, ajudando a prevenir a formação de coágulos no sangue.

Além disso, auxilia no controle e manutenção dos níveis de colesterol no sangue.

A vitamina E pode ser encontrada em alimentos como:

  • Amêndoas
  • Nozes
  • Cereais
  • Semente de girassol
  • Óleos vegetais
  • Gérmen de trigo
  • Ovos 

Vinho tinto

vinho tinto é rico em polifenóis, substâncias presentes na casca da uva que inibem a formação de placas de gordura no sangue.

Além disso, ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL).

O consumo moderado de vinho tinto também auxilia na diminuição e controle da pressão arterial e aumenta a capacidade dilatação dos vasos sanguíneos.

Para obter esses benefícios, recomenda-se tomar diariamente um cálice de vinho tinto seco.

Alimentos que devem ser evitados

Evite o excesso de sal, embutidos e outros alimentos industrializados, que são ricos em sódio e gordura trans e, por isso, comprometem a circulação sanguínea.

Comments
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *